terça-feira, 1 de julho de 2014

Pudim de broa

Num destes dias fui ao Continente e estava lá a sorrir para mim uma broa de milho com aquela etiqueta cor de rosa de fim de prazo de validade. Lá a trouxe na ideia de a fazer num bacalhau.

No Domingo decidi que ia fazer o tal bacalhau. Pus a broa toda na máquina para triturar e depois lá foi ela para cima de umas belas postas de bacalhau. Mas..... Sobrou broa. E não era pouca (e mesmo que fosse, não ia deitar fora!) e não a podia congelar, porque tinha acabado de a descongelar. Ainda pensei em pôr tudo na travessa, mas era tanta broa que ficava broa com bacalhau.

Vim para a net e pesquisei várias coisas. A melhor receita era a de pudim de pão. Broa é pão (chocolate também é salada), portanto lá fui fazer o dito pudim. Garanto que ficou mesmo bom e não sabe nada a pão, sabe a pudim normal.

Ingredientes:

250 g de broa (é suposto ser fatias mas a minha estava desfeita)
220 g de açúcar
50 g manteiga
750 ml leite
1 limão
5 ovos

Modo de preparação:

Aquecer o leite com a casca do limão.
Colocar a broa num recipiente e cobrir com o leite quando este ferver (sem a casca).
Esperar uns minutos e adicionar a manteiga. Mexer até derreter.
Adicionar o açúcar. Triturar com a varinha mágica.
Enquanto se tritura, adicionar os ovos, sempre a mexer para não cozerem.
Colocar numa forma previamente caramelizada e levar ao forno em banho maria até estar cozido.

Fica meeeesmo bom. Experimentem!

3 comentários:

Sandra Tavares disse...

Deve ser bom. Beijinho.

Cláudia disse...

Então e as fotos?
Mau Maria =P

Beijocas

Tal mãe, tal filha disse...

Adoro broa! E se for quentinha com manteiga, ainda melhor. Mas também adoro pudim e acho que este deve ficar mesmo bom !

Beijos/ A Mãe