quinta-feira, 15 de novembro de 2012

A isto é que eu chamo sorte

Fui hoje de manhã ao super. Antes, lembrei-me de ir ao chinês ver que tal andam as coisas de Natal. Quando sai de casa estava o dia claro, a sala cheia de luz, etc.
Estive algum tempo no chinês, fui ao super (bué tempo na caixa, como já é normal) e assim que saio do super reparo que de repente já é quase noite! Estava o tempo escuro como breu! As folhas esvoaçavam com o vento, cada vez mais fresco... Ultimamente tenho andado com dores na perna direita e portanto ando meia coxa e não consigo andar muito depressa. Pensei "Já fui, vou apanhar uma carga de água em cima que é para ver quem manda".
Lá venho eu, a ser ultrapassada pelas avós de 80 anos com bengalas (As sortudas, com bengala também eu!!), montes de vento e folhas e... nada de chuva. Mas já se sabe, quanto mais perto pior. Estava no semáforo e pensei que ia cair um temporal. Chego a casa seca e nada de chuva. No tempo de subir até aqui, de elevador, entro em casa, olho para a sala, escura e sem luz nenhuma e..... chove a potes lá fora!!!!!!!!!!!!!!!!!

Não me safo de outra!

5 comentários:

Ariana disse...

Huuummm... quer-me parecer que tu é que pediste estes ventos... com o post anterior hehehe...
:P

Ariana disse...

Huuummm... quer-me parecer que tu é que pediste estes ventos... com o post anterior hehehe...
:P

PS disse...

Grande sorte :P Aqui não acontece nada disso. Quando vês que vai chover, chove e pronto, não dá margem para ter sorte.
Beijinhos*

An@ disse...

Sorte?!! Isso é sobrenatural!! E tens muito jeito para contar de modo que deixas os pêlos arrepiados... quase me suou a filme de terror!!! lol
Bjoca

S* disse...

Ufa, e safaste-te mesmo de boa.